15.6.16

Supremo vai decidir sobre abertura de inquérito contra Romário

Imagem: Reprodução
Em nota, Romário afirmou que recebeu com “surpresa e indignação” o pedido da Procuradoria
O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Luiz Fux decidirá sobre o pedido de abertura de inquérito feito pela Procuradoria-Geral da República para apurar se o senador Romário (PSB-RJ) recebeu caixa dois de campanha na eleição de 2014.
O caso foi parar a relatoria de Fux depois que o ministro Teori Zavascki avaliou que não tinha conexão direta com a Lava Jato, apesar de os indícios terem aparecido nos desdobramentos do esquema de corrupção da Petrobras.
O pedido de investigação de Romário foi revelado pela revista ‘Época’ e tramita em segredo de Justiça no STF.
Segundo a reportagem, a Procuradoria quer apurar mensagens de celular trocadas entre Marcelo Odebrecht e seu subordinado Benedicto Barbosa da Silva Júnior, logo após a eleição de 2014.
De acordo com a investigação, a suspeita é que a empreiteira Odebrecht supostamente deu R$ 100 mil ao senador em caixa dois, após sua vitória ao Senado.
Os crimes seriam de corrupção e lavagem de dinheiro.
Nota oficial
Em nota, Romário afirmou que recebeu com “surpresa e indignação” o pedido da Procuradoria e negou ligação com a Odebrecht. “Nunca conversei com Marcelo Odebrecht ou com qualquer pessoa que tenha se identificado como seu emissário. Enquanto candidato, não autorizei qualquer pessoa a falar em meu nome”, disse.
Fontes: Verdade Gospel e Notícias ao Minuto.
Postar um comentário