30.12.11

ADVEC - RETRO 2011 - SILAS MALAFAIA É DESTAQUE EM 2011


LÍDER DA ADVEC
 LIDERANÇA
SILAS MALAFAIA É DESTAQUE EM 2011
Líder é eleito por internautas como referência
Por: Robson Morais - Redação Creio
Quem foi o líder de maior destaque na Igreja brasileira em 2011? Para os mais de 100 mil leitores do CREIO, que participaram da enquete promovida pela equipe do portal no mês, o nome de número 1 no ranking é Silas Malafaia. Militância contra o movimento gay, troca de farpas com Edir Macedo e Valdemiro Santiago, ameaça a parlamentares e quase a suspensão do registro de psicólogo foram só alguns dos casos em que o líder da Assembleia de Deus Vitória em Cristo (Avec) se envolveu neste ano.
Logo em janeiro, Silas Malafaia foi motivo de repercussão nacional, pedindo para que veículos de massa, como a Rede Globo, fizessem a cobertura de eventos da Igreja Mundial do Poder de Deus (Impd). Mal sabia que a gratidão era algo que não veria. Ao contrário, o líder perdeu o horário que mantinha na TV Bandeirantes pouco tempo depois, e o motivo fora a oferta exageradamente superior de Valdemiro Santiago, líder da Impd, para por seu programa no ar. “Com a medida que medirdes sereis medido, e mais, tudo que o homem plantar vai colher. É lamentável tudo isso” disse na época.
No meio do ano, a troca de farpas foi com outro nome de peso na Igreja brasileira. Silas Malafaia discordou de declarações feitas pelo líder da Igreja Universal (Iurd), Edir Macedo, sobre o uso ou não de tatuagens. Se o assunto tinha tudo para dar em nada, na voz confrontada dos dois líderes rendeu longa discussão. Silas usou seu portal de notícias, lançado logo após a perda de horário na Band, para criticar a postura do bispo, e incluiu no pacote temas como aborto (defendido por Macedo) e o ataque a cantores evangélicos, chamados de “edemoniados” pelo dono da Record, em um programa especial na emissora. Este último episódio faria com que outros nomes entrassem na briga contra o líder da Iurd.
Fora do meio evangélico, Silas também foi motivo de destaque, para não dizer preocupação. Revistas de grande circulação nacional, como a literária Piauí e a global Época se renderam ao poder influenciador do pastor e dedicaram páginas a fim contando sua história, além do tablóide norte americano New York Times. A cada reportagem, críticas e novos capítulos da história de Silas eram acompanhados tanto pelo público quanto pelo próprio pastor, que mais uma vez não poupou no ataque. Um dia após a publicação na Revista Época, Silas Malafaia criticou duramente o repórter Humberto Maia Júnior, que publicou em letras garrafais a seguinte frase: “Silas Malafaia diz que vai fornicar Toni Reis, líder da causa gay”. A matéria referia-se ao combate ativo de Silas contra os projetos favoráveis à união homoafetiva no Brasil. “Nessa guerra de manipulação de vídeo que o movimento gay fez, eu disse ao jornalista que ia 'funicar', e não 'fornicar', como ele publicou", defendeu-se Silas.
Pelo mesmo motivo e contra o mesmo veículo, Silas arranjou nova briga. A “vítima” desta vez foi a jornalista e colunista Eliane Brum, que publicou no site da revista um artigo intitulado ‘A dura vida dos ateus em um Brasil cada vez mais evangélico’, referindo-se ao crescimento da denominação no Brasil e possível ameaça motivada pelo que classificou de intolerância para com os não crentes, como a maioria dos gays. E Silas pegou ainda mais pesado. Em entrevista ao tablóide The New York Times, ele a chamou de ‘trump’, termo usado na gíria para o adjetivo ‘vagabunda’. A resposta da jornalista veio de imediato: “A afirmação do pastor é autoexplicativa: ao atacar minha honra por discordar de minhas ideias, ele proporciona a maior prova do acerto e da relevância do meu artigo”. Depois dessa, Silas se desculpou e o caso foi abafado.
Muito se engana, porém, quem acha que um pedido de desculpas pudesse abalar Malafaia. Militando contra o movimento gay há anos, 2011 o levou ao auge das discussões na mídia, nas manifestações pró-gays e na bancada em Brasília. “Homossexualismo é comportamental, corrigível” e “Querem rasgar a Constituição?” foram frases usadas pelo pastor, causadoras, mais uma vez, de imensa polêmica. Líderes do movimento LGBT apresentaram ao CRP (Conselho Regional de Psicologia) do Rio de Janeiro um pedido de cassação do registro profissional do pastor, formado na área, sob a acusação de práticas homofóbicas. No início do ano, Silas havia espalhado pelo Rio de Janeiro outdoors com a mensagem “Deus fez o macho e a fêmea”, defendendo a união heterossexual.
De gays direto à Frente Parlamentar Evangélica de Brasília, Silas Malafaia manteve o tom. A CPI da corrupção, instaurada em outubro e acompanhada por marchas em todo o Brasil, fez do líder da Avec um ativista de dar medo em muitos membros da bancada, que se negaram a assinar o documento em prol da ‘Lei Ficha Limpa’. “Vou dar nome e mandar chumbo grosso nos deputados evangélicos que não assinaram a CPI da corrupção. É uma vergonha saber que somente 15 de 76 parlamentares assinaram a CPI. Podem falar o que quiser, mas com o advento das redes sociais ninguém mais fica calado”, disparou. O projeto está a caminho de ser implantado, e enquanto a confirmação não vem, Silas Malafaia continua de olho em cada um dos deputados omissos na votação.
Líder de maior destaque na Igreja brasileira em 2011. Foram estes alguns dos episódios que fizeram de Silas Malafaia o vencedor da enquete. Difícil mencionar todos, mas é certo que muita coisa ainda está por vir.

27.12.11

TOSCO E SUADO

                                                                      Essa galera da Igreja Batista do Getsemani
faz um  trabalho muito sério para Cristo em Minas Gerais, em forma de humor gospel.

Vídeo feito pelo grupo Teatro Tosco da Igreja Batista Getsêmani, para o congresso Loucos por Jesus 2011 / Loucos pela Bíblia.
De 08 a 12 de Outubro na Igreja Batista Getsemani. www.loucosporjesus.com

27.11.11

A Igreja do Anticristo 666, já está no Brasil, sede no Rio de Janeiro.









"JESUS CRISTO DOS HOMENS"
IGREJA DO ANTICRISTO JÁ NO BRASILCrescendo em Graça tatua 666 em fiéis e está em 11 capitaisPor: Redação Creio            Um alerta a Igreja Brasileira. Já está funcionando em onze estados do Brasil o Ministério Crescendo em Graça, mas antes que o leitor pense que se trata de uma Comunidade Evangélica um alerta. Trata-se de uma comunidade criada pelo porto-riquenho José Luis de Jésus Miranda, que prega falsas doutrinas e tem como número 666 como algo positivo e em muito dos casos tatuando isto no corpo de seus fiéis.             Desconhecido de muitos brasileiros, a atuação da comunidade muito forte no exterior que propaga falsas doutrinas ganhou destaque nesta terça-feira, dia 22, durante o programa A Liga, na Rede Bandeirantes. No jornalístico foi mostrado os bastidores do Ministério fundado pelo ex-pastor pentecostal José Luis de Jesús Miranda, no início dos anos 80 em Miami, Florida, onde tem seu centro principal de operações.            Em alguns momentos com uma celebração muito semelhante a de uma igreja evangélica, a tal seita recusa todos os escritos que não sejam os de Paulo, porque são os únicos que contêm a verdadeira mensagem do Evangelho. Também proclamam que a existência de Satanás é um mito e não aceitam o sacramento do batismo e da Ceia. Seu líder que se intitula Jesus Cristo dos Homens tem ódio dos católicos, por conta de suas provocações  José Luís de Jesús Miranda foi proibido de entrar em El Salvador, Honduras e Guatemala.             Com unidades na Bahia, Ceará,Goiás, Maranhão, Minas Gerais, Pará, Paraná, Rio de Janeiro, Roraima, São Paulo e Sergipe o grupo pretende ampliar atuação no restante do país. Um perigo a todos que crêem no evangelho puro e verdadeiro.

19.11.11

Lutero - O Filme




Martin Luther nasceu em um mundo dominado pela Igreja Católica. Para a verdade espiritual de Lutero, a promessa da Igreja da salvação é irresistível. Presa e aterrorizada com a perspectiva de morte iminente, fez os votos para se tornar um monge. Mas depois de entrar num mosteiro, Lutero dúvida de que a Igreja pode verdadeiramente oferecer a salvação. Seu ponto de vista foi reforçado quando ele viaja para Roma e é a capital do catolicismo mergulhado na corrupção. Desesperado, Lutero encontra alívio nas páginas da Bíblia, descobrindo que é a Igreja, mas sua própria fé que vai garantir a sua salvação. Com essa revelação, se volta contra a igreja. Ele ataca a prática de vender indulgências em suas famosas 95 teses, colocando-se em um caminho irreversível de conflito com a instituição mais poderosa do momento.
Fonte: La nuova via

Recordação do Centenário das Assembléias de Deus no Brasil

                                                               A voz do Missionário ao vivo

22.10.11

Todos os evangélicos pelo Teleton 2011

Os evangélicos participaram junto com as lideranças das igrejas evangélicas brasileiras, com o Teleton e a AACD um marco na história de superação de crianças com deficiências.
Esse projeto além de ser muito sério, tem a benção de Deus.
Pr.Wagner Lopes

Ex-crente que virou ateu debocha das línguas estranhas em entrevista a Jô Soares


Ex-crente que virou ateu debocha das línguas estranhas em entrevista a Jô Soares
Publicado em: Sexta-Feira, 16 de Setembro de 2011 16:44 h
Gospel
 
Em junho passado o jornalista Fábio Marton esteve no programa do Jô Soares contando sua experiência com o cristianismo e como ele passou a ser ateu, experiência narrada no livro “Ímpio – O Evangelho de um Ateu”. Na entrevista o escritor conta que foi um pregador mirim e que até ajudou a expulsar os demônios.

“Eu fiz tudo o que havia pra ser feito, preguei do púlpito, cantei, ajudei a tirar o capeta da minha mãe, tive o capeta expulso de mim mesmo”, conta Fábio. Ele frequentava antes uma denominação chamada Igreja Evangélica Exército Celestial que funcionava em Osasco, na Grande São Paulo, e hoje não existe mais.

Em uma parte da entrevista o apresentador puxa o assunto sobre os dons de línguas e criticam a forma como as igrejas pentecostais usam essa passagem da Bíblia.

“Eu acho que é uma confusão, um erro de tradução que acabou sendo um erro de interpretação”, disse o Jô Soares que continuou explicando seu ponto de vista com bases bíblicas. “Quando os discípulos saem para pregar o evangelho, Jesus diz que eles vão ter o dom de falar em todas as línguas porque cada um vai para uma região do mundo”.

Jô Soares que é católico, questiona se o Marton falava em línguas e o escritor por sua vez explica que falar em línguas, apenas enrolando a língua, se chama glossolalia. “No pentecostes aparece os apóstolos falando com as pessoas e as pessoas reconheciam as línguas delas. Obviamente que isso [que acontece nas igrejas] não tem nada a ver”.

Assista:

Via: Gospel Prime

12.10.11

2016 - Imagens aereas do Rio de Janeiro

Após o descobrimento do Brasil, em 1500, por Pedro Álvares Cabral. Nos anos seguintes, Ministros religiosos da França foram enviados a partir da recomendação do próprio João Calvino, mais conhecido como o Reformador.
Chegaram ao Brasil em 07 de março de 1557, junto com o vice-almirante francês Villegainon, conquistaram as águas da baía da Guanabara e realizaram o primeiro culto protestante nas Américas.
Foi em 10 de março 1557, oficiado pelos reverendos Pierre Richier e Guilaune Chartier.
No domingo, dia 21 de março, celebraram a primeira Santa Ceia do Senhor sob o rito Calvinista; provavelmente liam a Bíblia na edição francesa de 1478...
Fonte: A BÍBLIA agrada a pequenos e grandes, pág. 54 autor Wagner Lopes - http://www.editoraagape.com.br/

28.9.11

Os Audiolivros no Brasil crescem em todos os gêneros literários.



Apoio - Bíblia Sonora
Em tempos de modernidade e individualismo, nós da Tempo Livro acreditamos que uma empresa é capaz de melhorar a vida de seus clientes através do compromisso com a sua qualidade de vida.

Para isso, desejamos unir a inovação dos livros para ouvir com o bem estar e a necessidade de desenvolvimento e conhecimento dos nossos clientes.

Acreditamos que o Tempo é um recurso precioso e que devemos utilizá-lo de forma criativa e positiva. Desta forma, podemos superar momentos onerosos como ficar parado no trânsito na manhã de uma segunda-feira, transformando-os em momentos agradáveis como ouvir uma narração de um Romance e não querer sair do carro até o término de seu capítulo.

Nesse contexto, a Tempo Livro foi fundada em 2009 para atender da melhor maneira as necessidades de seus clientes, oferecendo conhecimento, competividade, conforto, alegria e imaginação através das mais diversas obras disponíveis em CD ou Download (MP3 ou áudio).

Temos consciência da responsabilidade de fazer parte da vida dos nossos clientes e da sociedade, por isso trabalhamos de forma sustentável, buscando a melhoria das relações humanas e o desenvolvimento social.
Fonte - Tempo Livro

22.9.11

Interligados 2011 - "O Evento que marca, uma nova geração"


Interligados 2011 - A Música
 Foi realizada em Agosto de 2011
na ADVEC Sede no Rio de Janeiro, o INTERLIGADOS, presidida pelo servo de Deus e honrado Pastor Presidente Silas Malafaia e sua
competente diretoria presente, também não poderia deixar de comparecer os líderes do Evento, e todos aqueles que colaboraram com o mesmo, partipação de David Quinlan, consagrado cantor evangélico.
Além de inúmeros convidados de diversas igrejas e pessoas não evangélicas, em sua grande maioria jovens.
Um dos melhores eventos evangélico do ano. O Interligados, liderada por uma juventude que serão futuros pastores, músicos e professores da EBD.
Essa juventude está longe das drogas, da prostituição e de tantos outros males que tem afetado a juventude do mundo moderno, eles não param por aí, ano que vem tem mais Interligados para toda a galera ADVEC.


Interligados 2011-  A comunhão com Deus
Interligados 2011 - A festa
 


 Interligados 2011 - "O Espírito Santo visitou a massa"


Interligados 2011 - "O quebrantamento na presença de Deus"

Interligados 2011 - "Pastor Silas Malafaia e o Espírito de Deus Interligados"

Interligados 2011- "Só diretoria"

 

 

 

 

 

 

 

Interligados - Adolescentes da Assembléia de Deus Vitória em Cristo

mais informações



Promove evangelismo, teatro, grupo de oração (Salva-Vidas), palestras, acampamentos e passeios.

Culto: todo 2º sábado de cada mês; promovendo a unidade entre os adolescentes das filias do campo da ADVEC.

14h - Consagração

16h - Interligados Games; e

19h - Culto Interligados Temático (2º Sábado de cada mês).

E-mail:
interligados@advitoriaemcristo.org

Fonte: site oficial da ADVEC

O pastor Silas Malafaia está lançando um site de notícias gospel chamado Verdade Gospel.



O pastor Silas Malafaia está lançando um site de notícias gospel chamado Verdade Gospel (verdadegospel.com) o objetivo do site é, segundo informações da Associação Vitória em Cristo, “lançar um portal evangélico de notícias e uma webtevê comprometidos com a verdade, a imparcialidade e a ética cristã”.
“Nos últimos tempos, observei que muitos portais evangélicos de notícias divulgam informações sem apurar por completo as informações, sem ouvir os dois lados dos fatos. Apenas republicam o que está repercutindo na internet. Claro que existem exceções. Senti, então, o desejo de criar um portal comprometido com a verdade e a ética cristã”, comentou o pastor Silas, idealizador do projeto.
Os leitores do Verdade Gospel encontrarão notícias do meio gospel e também se atualizará quanto ao que está acontecendo no Brasil e no mundo. A ideia da equipe é promover a interatividade com os internautas, divulgar fotos, vídeos, ter contato com redes sociais, agenda de eventos, enquetes, reportagens e entrevistas sobre os mais diversos assuntos, inclusive os mais polêmicos.
O site será lançado dia 24 de setembro às 14h.

Fonte: Gospel Prime

17.9.11


      Parentes e amigos, congratularam-se com o Pastor Silas Malafaia, pelo dia do seu aniversário!

Aniversário do Pastor Silas Malafaia - Set- 2011

                                                                              


           

Na terça - feira a noite, 13-09-2011, foi celebrado um culto de ação de graças pela vida do abnegado servo de Deus, Pastor Silas Malafaia, onde a diretoria da igreja, pastores e esposas das igrejas filiadas, pastores auxiliares e diáconos, a membresia da igreja e inúmeros visitantes, prestigiaram e participaram deste lindo culto, onde mais uma vez, o nome de Jesus foi glorificado.

31.8.11

A Bíblia em Português - 350 anos

          A Bíblia Sagrada em português, é resultado de mais de 350 anos de esforços dedicados, desde quando João Ferreira de Almeida começou seu trabalho de tradução.

Jovem inteligente, Almeida nasceu  em Torres de Tavares Portugal, no ano de 1628. Aos catorze anos ele já estava na cidade de Batávia (hoje Jacarta, capital da Indonésia). Um dia recebeu um folheto escristo na língua espanhola que o levou ao encontro pessoal com Deus, como "Nicodemos-Saulo de Tarso". Logo começou a pregar nas Igrejas Reformadas Holandesas (a maior parte do povo, a quem ele ministrava, falava português, pois só fazia um ano que Portugal havia perdido o controle da região).
No ano de 1644, com a idade de 16 anos, Almeida iniciou a sua primeira  tradução do Novo Testamento, usando versões em latim, espanhol, francês e italiano. Não contente com essa tradução, anos mais tarde, ele fez uma segunda, desta vez baseada no texto grego, o Textus Receptus (o mesmo usado pelos reformadores). Num folheto chamado Cartas para a Igreja Reformada, em 1679, ele escreveu o seguinte, na conclusão daquela obra, que só foi publicada em Amsterdã, no ano de 1681:

"O Novo Testamento, isto é, todos os sacrossantos livros e escritos evangélicos e apostólicos do Novo Concerto do nosso fiel Senhor, Salvador e Redentor Jesus Cristo, agora traduzidos em português por João Ferreira de Almeida, pregador do santo Evangelho".

30.8.11

Está esperando! Participe também - 3ª Escola de Líderes da Associação Vitória em Cristo

A 3ª Escola de Líderes da Associação Vitória em Cristo, que acontecerá no período de 5 a 9 de dezembro, teve seu local de realização transferido de Búzios (RJ) para Foz do Iguaçu, no Paraná. As pessoas que se cadastraram antes da alteração da cidade não precisarão fazer uma nova inscrição.

As inscrições para a Eslavec poderão ser realizadas até 12 de setembro pelo site do evento. Serão oferecidos hospedagem e café da manhã para três mil pessoas, vagas que serão divididas entre pastores (800) e seus cônjuges (800), pastores não acompanhados (900) e jovens com vocação ministerial (500). A lista com os nomes dos pré-selecionados será divulgada no dia 20 de setembro. Estes deverão comprovar sua função ministerial, mandando a documentação até o dia 30 de setembro, por e-mail ou por fax. Após sair a nova lista, os selecionados deverão entrar em contato com a Associação Vitória em Cristo.

Como a procura pela Escola é muito grande, a Avec disponibilizará futuramente mais duas mil vagas para aqueles que desejarem participar, arcando com seus próprios custos de hospedagem e traslado. Para estes, a data de inscrição será divulgada em breve. O valor de R$ 50 por pessoa para a inscrição será o mesmo para todos, inclusive para os que terão hospedagem e café da manhã pagos pela Associação.


Calendário de inscrição para os custeados pela Avec:

• Até 12 de setembro – Processo de seleção.
• 20 de setembro – Listagem dos pré-selecionados
• 20 a 30 de setembro – Comprovação da função ministerial
• 5 a 9 de dezembro – Eslavec em Foz do Iguaçu, PR

Fonte: Avec

2.8.11

UMA PALAVRA DE VITÓRIA


REFERÊNCIAS A JESUS EM TRÊS FONTES ANTIGAS: UMA GREGA, UMA SAMARITANA E UMA SIRÍACA

Jefferson Magno Costa
O POETA GREGO LUCIANO IRONIZA O NOME DE JESUS
     Nascido no início do segundo século, o poeta grego (descendente de judeus) Luciano de Samosata falou ironicamente de Cristo e dos cristãos no seu livro A Morte do Peregrino, escrito no ano 170. Zombou de Cristo, porém sua zombaria constituiu-se em mais um documento sobre a existência histórica de Jesus! Referiu-se a Cristo como “o homem que foi crucificado na Palestina por haver introduzido um novo culto no mundo”.


ESCRITOR SAMARITANO FALA DE UM ESTRANHO ECLIPSE
     O cronologista Júlio Africano, em um livro escrito provavelmente no ano 221, refere-se a um historiador samaritano chamado Talo, cujos livros se perderam na noite dos tempos, só restando deles hoje alguns fragmentos, citados também por outros escritores.
     Esse historiador samaritano (Talo), em uma obra sobre a história da Grécia e suas relações com a Ásia, datada do ano 52 d.C., refere-se a um estranho eclipse do sol, ocorrido precisamente na data em que a Bíblia e os historiadores confirmam ter sido Cristo crucificado. Eis o comentário de Júlio Africano sobre esse registro do historiador nascido em Samaria:
     “Talo, no terceiro livro de suas histórias, sustenta que essas trevas foram nada mais que o resultado de um eclipse do sol – explicação fraca e insustentável, a meu ver.”
     Sim, Júlio Africano tinha razão em não ver lógica nenhuma na explicação de Talo para aquele fenômeno, pois Jesus Cristo foi crucificado na época da lua cheia, e sabe-se que é impossível ocorrer um eclipse solar em tais ocasiões.
     Não foi um eclipse, e sim um escurecimento sobrenatural do sol, marcando o momento da morte do Filho de Deus!
     O interessante também é que o historiador judeu Flávio Josefo, no seu livro Antiguidades Judaicas (livro XVIII, Capítulo VIII,p.302) faz referência a um certo Allo (provavelmente Talo), natural de Samaria, a quem Tibério Augusto havia libertado! Esse homem tinha sido contemporâneo de Jesus.
     O comentário de Júlio Africano sobre o registro de Talo nos leva a tirar duas conclusões importantes:
     1a. Em meados do primeiro século da Era Cristã, os acontecimentos ocorridos no dia da crucificação de Cristo eram conhecidos tanto na Palestina como por pessoas não cristãs que viviam em Roma;
     2a. Os inimigos do cristianismo muito se esforçaram para dar uma explicação “naturalista” aos fenômenos ocorridos no dia em que Cristo morreu.


PRISIONEIRO SÍRIO FAZ REFERÊNCIA EM UMA CARTA À MORTE DE JESUS COMO EXEMPLO DE INJUSTIÇA COMETIDA PELO POVO JUDEU 
     Existe no Museu Britânico um interessante manuscrito que preserva o texto de uma carta escrita por volta do ano 73 d.C., contendo uma carta assinatura por um homem sírio chamado Mara Bar-Serápio.
     Esse homem, no tempo em que escreveu essa carta ao seu filho Serápio, estava na prisão. De lá ele aconselhou o jovem serápio a buscar a sabedoria acima de tudo, e a guardar sempre consigo esta lição: todos os homens que perseguiram os sábios foram castigados no final de suas vidas. Eis o precioso trecho em que Mara Bar-Serápio fala sobre o “sábio rei dos judeus”:
      “Que proveito tiveram os atenienses em tirar a vida de Sócrates? Fome e peste sobrevieram como juízo pelo terrível crime que cometeram. Que lucro obtiveram os cidadãos de Samos com lançar Pitágoras às chamas? Num instante seu território se viu coberto de areia. Que vantagem alcançaram os judeus com a execução de seu sábio Rei? Foi justamente em seguida a esta execução, que se lhes aboliu o reino.
     “Deus, com justiça, vingou esses três sábios: os atenienses, a fome os consumiu; os samosanos tragou-os o mar; os judeus, arruinados e banidos da própria pátria, vivem hoje em completa dispersão. Entretanto, Sócrates não o extinguiu a morte; continuou a viver no ensino de Platão. Pitágoras não o aniquilou a morte: continuou a viver na estátua de Hera. Nem o sábio Rei dos judeus o destruiu a morte: continuou nos ensinos que transmitiu.” (F.F Bruce. Merece Confiança o Novo Testamento? Edições Vida Nova, São Paulo. 1965. p. 148).
     A importância desses documentos, somada ao inigualável testemunho dos Evangelhos, esmaga e destrói a diabólica teoria dos que afirmam ter sido Cristo uma figura lendária, inventada, que nunca existiu.
     Porém, mesmo sabendo da existência de toda essa documentação, para nós, o maior de todos os testemunhos sobre a existência de Jesus é a poderosa manifestação do seu amor e do seu Espírito em nossas vidas! Nós, os evangélicos, somos testemunhas vivas do Jesus Cristo vivo!
     Não poderíamos deixar de comentar aqui o fato de esses documentos (citados nesses vários artigos) não fornecerem muitas informações detalhadas sobre a pessoa de Jesus. Além do mais, quando avaliamos a importância de Jesus Cristo diante da humanidade, vemos que o número de testemunhos é pequeno diante de tão grande personalidade histórica que Ele foi – a maior de toda a História.
     Porém, essa relativa escassez de informações extra-biblicas sobre o nosso Salvador tem três explicações:
     1a. A primeira delas é que os escritores gentios (gregos, romanos, sírios, etc.), considerando o cristianismo como “mais uma” entre as muitas seitas supersticiosas vindas do Oriente, cujo berço era a desprezada Judéia, e cujo iniciador tinha sido um judeu condenado à morte de cruz, jamais imaginariam que os velhos deuses gregos e romanos viessem a ser derrubados e esquecidos diante da força, da aceitação e da grandiosidade do Evangelho de Jesus Cristo. Por esse motivo, os escritores não se ocuparam muito com a pessoa de Jesus, e só fizeram rápidas referências a Ele.
     2a. Outra explicação para a não-existência de referências muito detalhadas sobre Cristo é o fato de a maior parte das obras gregas e romanas, escritas no primeiro século da Era Cristã, terem-se perdido, destruídas pelo tempo. Se elas tivessem chegado até os nossos dias, certamente trariam outros importantes registros históricos sobre Jesus.
     3a. Da parte dos escritores judeus, houve, com exceção de Flávio Josefo e de algumas referências do Talmude, uma espécie de satânica conspiração de ódio e de silêncio em torno da pessoa de Cristo. Haja vista que o mais famoso de todos os filósofos judeus da época, Filon de Alexandria, não fez nenhuma referência (pelo menos nos livros dele que chegaram até nós) ao nosso Salvador.

O TESTEMUNHO DE UM RABINO SOBRE A MARCANTE TRAJETÓRIA DA VIDA DE JESUS
     Porém, esses documentos que a providência de Deus preservou para serem conhecidos nos nossos dias, têm o seu valor reconhecido até por rabinos da importância de um Joseph Klausner, ex-professor de Literatura Judaica em Jerusalém, que no seu livro Jesus de Nazareth, assim se pronunciou sobre o valor desses documentos:
     “Se apenas possuíssemos estes testemunhos, saberíamos, efetivamente que, na Judéia, viveu um judeu chamado Jesus, a quem chamaram o Messias, o qual fez milagres e ensinou o povo; que foi morto, por ordem de Pôncio Pilatos, por denúncia dos judeus; que tinha um irmão chamado Tiago, a quem o Sumo Sacerdote Anano condenou à morte; que, do seu ensino, nasceu uma corrente religiosa existente em Roma cinquenta anos depois do nascimento de Jesus, e que esta comunidade (cristã) foi a causa da expulsão de todos os judeus de Roma; e, finalmente, que a partir de Nero, essa corrente religiosa se expandia, adorava Jesus como Deus, e era violentamente perseguida.”


Jefferson Magno Costa


 

PROGRAMA VITÓRIA EM CRISTO

29 anos propagando o evangelho

O programa Vitória em Cristo faz história em seus 29 anos de exibição na televisão brasileira e seu alcance vai além do território nacional.

Apresentado pelo pastor Silas Malafaia, um incansável pregador da Palavra de Deus que circula livremente pelas diversas denominações existentes no Brasil e no exterior, o Vitória em Cristo tem a missão de propagar a mensagem do evangelho e de defender a fé cristã e os valores éticos, morais e espirituais da Igreja de Cristo.

Do início de sua transmissão aos dias de hoje, muita coisa mudou. Nos primeiros anos, o Vitória em Cristo — anteriormente chamado Impacto — era timidamente veiculado pela CNT. Atualmente, é exibido em diversos canais brasileiros de grande audiência, de domingo a domingo e durante as madrugadas na Rede Bandeirantes.

Em julho de 2010, o programa ganhou projeção mundial ao ser transmitido, dublado em inglês, pela Inspiration Network para 127 nações e aproximadamente 142 milhões de lares na Europa, no Oriente Médio, na África e na Ásia.

As conquistas, porém, não param por aí. O Vitória em Cristo iniciou 2011 dando mais um passo significativo na sua missão de divulgar o evangelho aos confins da Terra. Desde janeiro, é também exibido pela rede de televisão americana Daystar. Com isso, já alcança mais de 200 países e cerca de 670 milhões de residências, o que representa mais de um bilhão de pessoas sendo impactadas pela Palavra de Deus por meio do ministério do pastor Silas Malafaia.

Em todos esses anos, os testemunhos de conversão, de cura e de transformação de vida são a prova de que o Vitória em Cristo é um canal usado por Deus para operar maravilhas na vida dos telespectadores.

Sabedor do potencial do programa, o pastor Silas Malafaia não mede esforços para ir além, e seu objetivo é investir cada vez mais em espaços e oportunidades para difundir o amor de Deus em canais de televisão em horários de grande expressão.

29.7.11

SILAS MALAFAIA SERÁ PRELETOR DA EXPOCRISTÃ


        Escritor e conferencista, o pastor Silas Malafaia será o preletor oficial da abertura da EXPOCRISTÃ, que neste ano completa 10 anos. O presidente da Assembleia de Deus Vitória em Cristo estará no café da Cpesp (Conselho de Pastores e Ministros Evangélicos de São Paulo). Às 8h da manhã haverá um café da celebração e às 9h, terá início à solenidade que contará com presença de autoridades municipal, estadual e federal.
Conferencista cada vez mais reconhecido, o pastor Silas Malafaia é um incansável pregador da Palavra de Deus. Seu estilo eloquente, franco, direto e questionador são características que marcam a sua trajetória. À frente do programa Vitória em Cristo, há 28 anos no ar, leva palavra de esperança ao Brasil, Estados Unidos, Europa e África. Presidente da Editora Central Gospel e da gravadora Central Gospel Music, é presidente da Assembleia de Deus Vitória em Cristo.
A abertura contará com a participação de Jabes de Alencar e grupos musicais e apoio do Cimeb (Conselho Interdenominacional de Ministros Evangélicos do Brasil).
        Escritor e conferencista, o pastor Silas Malafaia será o preletor oficial da abertura da EXPOCRISTÃ, que neste ano completa 10 anos. O presidente da Assembleia de Deus Vitória em Cristo estará no café da Cpesp (Conselho de Pastores e Ministros Evangélicos de São Paulo). Às 8h da manhã haverá um café da celebração e às 9h, terá início à solenidade que contará com presença de autoridades municipal, estadual e federal.
Conferencista cada vez mais reconhecido, o pastor Silas Malafaia é um incansável pregador da Palavra de Deus. Seu estilo eloquente, franco, direto e questionador são características que marcam a sua trajetória. À frente do programa Vitória em Cristo, há 28 anos no ar, leva palavra de esperança ao Brasil, Estados Unidos, Europa e África. Presidente da Editora Central Gospel e da gravadora Central Gospel Music, é presidente da Assembleia de Deus Vitória em Cristo.
A abertura contará com a participação de Jabes de Alencar e grupos musicais e apoio do Cimeb (Conselho Interdenominacional de Ministros Evangélicos do Brasil).

28.7.11

UMA PALAVRA DE VITÓRIA

quinta-feira, 2 de setembro de 2010

Jefferson Magno Costa    
Texto bíblico: 2º Rs 4.25-26: “Partiu ela, pois, e veio ao homem de Deus, ao monte Carmelo; e sucedeu que, vendo-a o homem de Deus de longe, disse a Geazi, seu moço: Eis aí a sunamita. Agora, pois, corre-lhe ao encontro e dize-lhe: Vai bem contigo? Vai bem com teu marido? Vai bem com teu filho? E ela disse: Vai bem.”
     Estar ou não estar bem conosco é uma situação que depende diretamente de como estarmos com Deus. Se estivermos bem com Deus, tudo irá ou estará bem conosco.
     Mesmo nas situações mais adversas, mais desastrosas, mais aparentemente impossíveis de ser solucionadas, tudo irá bem conosco se estivermos bem com Deus.
     A história da sunamita é uma das mais sólidas confirmações bíblicas de que, mesmo diante da morte, tudo irá bem conosco se estivermos bem com Deus.

QUEM ERA A SUNAMITA
     Quem era exatamente aquela mulher que viajara quase 30 quilômetros, de Suném, cidade onde ela morava, até o monte Carmelo em busca do profeta Eliseu, e agora estava ali parada diante do servo do profeta, ouvindo ele perguntar se tudo estava bem com ela, com seu filho e com seu marido? E de onde ela tirou aquela força, aquela coragem, aquele domínio próprio para responder a Geazi: “Vai tudo bem”?
     Será que estava mesmo tudo bem com aquela mulher? Sim, porque ela estava bem com Deus. E este era o único e suficiente motivo de sua resposta. Pois, na verdade, o seu coração de esposa estava ferido, e o seu coração de mãe, despedaçado.
     A sunamita era uma mulher rica e temente a Deus. Seu marido era dono de campos onde cultivavam cereais. Na primeira vez em que o profeta Eliseu passou por Suném, aquela mulher rica convidou o homem de Deus para almoçar em sua casa. Eliseu aceitou a voltou outras vezes (2º Rs 4.10).

UM CASAL QUE PRATICAVA A HOSPITALIDADE
     Preocupado em proporcionar repouso ao profeta, aquele casal mandou construir um quarto de hóspede no local mais reservado da casa. Estavam praticando aquilo que o autor da carta aos Hebreus recomenda: “Não vos esqueçais da hospitalidade, porque, por ela, alguns, não o sabendo, hospedaram anjos”. (Hb 13.2).
     Vindo certa vez o profeta Eliseu de uma de suas inúmeras viagens pelo país, dirigiu-se à casa da sunamita e lá ficou hospedado no quartinho. Eliseu quis retribuir-lhes aquela gentileza. Mas aquele casal era rico. Quando o profeta se ofereceu para falar em favor da sunamita ao rei ou ao chefe do exército, ela respondeu: “Eu habito no meio do meu povo”.
     Era como se ela estivesse dizendo ao profeta: “Vivo feliz com tudo o que tenho, e graças a Deus, não preciso nem da interferência do presidente da República a meu favor, nem da atuação do comandante da força policial de minha cidade. Vai tudo bem em minha vida, porque eu estou bem com Deus.” “A minha graça te basta”, 2 º Co 12.9.
     Mas Geazi, o moço que servia ao profeta Eliseu, observou que a sunamita não tinha filhos, e que seu marido era velho. Portanto, era necessário que Deus repetisse na vida daquele casal o que ele já fizera na vida de Sara e Abraão, e de tantos outros casais. Eliseu mandou chamá-la e disse-lhe: “Dentro de um ano abraçarás um filho”. Ouvindo aquelas palavras, a sunamita agiu também como Sara havia agido: duvidou que sua casa pudesse ainda ser alegrada e aquecida pela presença, o choro e as gargalhadas de alegria de um filho: “Não, meu senhor, homem de Deus, não mintas à tua serva.”

A MORTE ROUBOU-LHE SEU PRESENTE DE DEUS
     Mas, conforme o profeta Eliseu falou, aconteceu. Um menino nasceu naquela casa, cresceu, e certo dia, quando visitava o campo de seu pai, sentiu-se mal, foi enviado de volta para sua mãe, e algumas horas após a angustiante luta daquela mulher em manter acesa a chama da vida de seu único e amado filho, ela viu a criança desfalecer e morrer nos seus braços.
     De repente aquela rica mulher viu-se pobre, miserável. Ali estava ela derramando silenciosamente suas lágrimas sobre o corpo daquele filho que ela não pedira a Deus, porque talvez, na sua humildade, ela tivesse medo de não o merecer, pois já fazia muito tempo que era casada e não tinha filhos. Ela sequer ousaria pedir aquilo que Deus talvez tivesse resolvido nunca lhe dar.
     Mas o Senhor, atendendo a intercessão do profeta Eliseu, deu-lhe aquele filho. Ele chegara naquela casa como uma não mais esperada e suave canção, como um fruto que brotara de plantas já consideradas estéreis pela velhice.
     Mas agora aquele filho se fora, e o que era promessa de risos, de contentamento, de um futuro coroado pela companhia de um belo filho homem que lhe traria uma nora e netos, agora se resumia em abandono, em silêncio e separação.

EM BUSCA DO SOCORRO DE DEUS NO ALTO DO MONTE CARMELO
     Reunindo o que ainda lhe restava de forças, a sunamita abraçou o corpinho do seu filho, subiu até o quarto do profeta Eliseu e o colocou sobre a cama onde o homem de Deus costumava descansar. Em seguida fechou a porta e saiu à sua procura.
     Certamente aquela foi a mais terrível prova que aquela mulher já passou em sua vida. Mas a sua fé em Deus a sustentou durante aquela turbulenta, angustiada e ao mesmo tempo esperançosa viagem. O Deus da força e da consolação a esperava no alto do monte Carmelo.
     Você também tem um monte Carmelo em sua vida? Você sabe como chegar a ele? Você conhece esse lugar de refúgio? Você costuma visitá-lo? Seja qual for o motivo pelo qual você está indo buscar uma resposta no monte Carmelo, no monte da oração, lembre-se que esse é o lugar predileto dos profetas, das sunamitas, dos homens de Deus, das mulheres de Deus, dos jovens de Deus, dos Elias e Eliseus de Deus. O monte Carmelo é o lugar onde resolvemos clamar pelo socorro de Deus. Pode ser qualquer lugar, desde que nele resolvamos orar a Deus por sua ajuda.
     Por maior que seja a dificuldade e o desafio que tenha levado você a subir o monte Carmelo, saiba que lá costuma cair fogo do céu para queimar o holocausto de Elias confiantes em Deus. Lembre-se que o próprio Deus costuma descer ao monte Carmelo para confortar corações despedaçados, ou confundir profetas de Baal que por acaso estejam perseguindo e desafiando os servos de Deus.

QUEM ERA O MARIDO DA SUNAMITA
     E quanto ao marido da sunamita, estaria tudo bem com ele? Ela disse que sim, porque certamente já o havia entregue nas mãos do Senhor, e para quem está nas mãos do Senhor vai tudo bem, principalmente quando se foi entregue nas mãos de Deus por uma esposa de oração.
     Aquele homem era muito rico, mas distraído e indiferente para com a família e para com as coisas de Deus. Quando o seu pequeno filho sentiu-se mal durante a visita que fez para ver os homens colhendo trigo em sua grande propriedade, ele sequer teve a preocupação de conduzir a criança de volta aos cuidados de sua mãe. Mandou que um dos empregados fizesse isso, e continuou envolvido com os detalhes da colheita.
     E quando sua esposa mandou chamá-lo para pedir que ele liberasse um dos seus funcionários para ir com ela ao monte Carmelo onde estava o profeta Eliseu, aquele homem sequer perguntou como estava o filho, e ainda estranhou o fato de a esposa estar indo em busca do homem de Deus naquele dia, pois não era lua nova nem sábado.
     E o que foi que a sunamita respondeu ao seu marido, àquele homem insensível e materialista, que só se lembrava de Deus em determinadas datas e durante cerimônias ritualísticas e mortas? “Vai tudo bem”, pois a tua vida, o teu coração, o teu apego aos bens materiais, tua displicência paternal, e tua frieza espiritual estão entregues nas mãos de Deus. E Deus fará com que tudo vá bem em tua vida.

AS CINCO LINGUAGENS DO AMOR
     Um dos maiores conselheiros matrimoniais dos Estados Unidos, Pr. Gary Chapman, descobriu que só existem cinco maneiras de nós expressarmos nosso amor para com as pessoas a quem amamos. E cada ser humano é especialmente sensível a uma única dessas cinco linguagens do amor. São elas: Formas de servir, toque físico, palavras de incentivo, recebimento de presentes e qualidade de tempo.
     A primeira linguagem do amor, as formas de servir, explica o fato de haver muitas esposas que só se sentem verdadeiramente amadas se o marido lhes ajudar em casa, realizando algumas tarefas domésticas, como lavar os pratos, dar banho nas crianças, varrer a casa, botar o lixo fora.
     Há outras que só se sentem amadas quando recebem presentes, outras, quando ouvem palavras de incentivo ou de reconhecimento de seu valor, sua beleza e importância dentro do lar; outras são ultra-sensíveis às expressões de amor que têm como base o toque físico, e outras só acreditam que são verdadeiramente amadas quando o marido reserva sempre para elas uma parcela diária do seu tempo, para conversarem e ficarem juntos. Você sabe qual é a linguagem de amor da pessoa que você ama?
     A linguagem que o marido da sunamita usava para expressar o seu amor a ela era a linguagem das formas de servir. Porém, sua esposa e seu filho esperavam que ele um dia utilizasse a linguagem correta para alcançar os seus corações: a linguagem da qualidade de tempo.
     O tempo que aquele pai e esposo dedicava à família era mínimo. Ele vivia a maior parte do seu tempo no campo, ocupado com seu trabalho, com seus negócios, e pouco parava em casa. Por isso, por mais esforços que empregasse trabalhando para o bem-estar da família, a esposa e o filho sentiam-se sempre colocados em segundo plano.

A SITUAÇÃO DO FILHO DA SUNAMITA
     E quanto ao filho da sunamita, estaria mesmo tudo bem com ele? Sim. Porque ele estava bem com Deus. Enquanto sua mãe atravessava os vales e campinas que separam Suném do monte Carmelo, o menino continuava deitado e imóvel sobre a cama do profeta, exatamente como sua mãe o deixara. Seu corpo já estava bem frio, gelado.
     Aqueles pequenos pés que horas antes haviam caminhado por entre as plantações de seu pai, agora jaziam ali, paralisados. Seus lábios infantis já não pronunciavam palavras de solicitude e carinho dirigidas à sua mãe. Seus olhos haviam perdido todo o brilho, e estavam agora fechados para sempre.
     "Menino, vai bem contigo?” E ele poderia nos responder:
     “Sim, vai tudo bem, porque estou sendo levado pelos anjos para brincar nos jardins celestiais do meu Rei.”
     “Mas tua mãe te quer de volta, menino. Quer te ver de novo ágil, belo, sorridente e saltitante dentro de casa. Ela está indo ao encontro do homem de Deus para pedir por tua vida. Menino, mesmo sentindo o coração despedaçado, e tendo os lábios em constante oração e os olhos inundados de lágrimas por tua causa, tua mãe ainda encontrará forças para dizer a Geazi que vai tudo bem contigo”, Habacuque 3.17-19.

DIANTE DO HOMEM QUE FALAVA DIRETAMENTE COM DEUS
     Após responder a Geazi e ver o profeta que se aproximava, a sunamita correu, lançou-se aos seus pés e chorou.
     A atitude daquela mulher naquele momento foi outra grande lição que ela nos deixou. Ela não foi buscar socorro no lugar errado ou junto a pessoas erradas. Ela não se dirigiu ao monte da murmuração ou ao monte do desespero, e sim ao monte da oração, da fé e da misericórdia de Deus. Não perdeu tempo com pessoas que não podiam ajudá-la. Disse ao marido: “vai tudo bem”, ao perceber sua incredulidade. Disse também ao servo do profeta: “vai tudo bem”, quando sua percepção espiritual a fez entender que aquele rapaz nada podia fazer para ajudá-la.
     Mas quando a sunamita viu-se diante do profeta, o representante do Deus Todo-poderoso, ela lançou-se aos seus pés e chorou amarguradamente. “A sua alma está triste e amargura”, disse Eliseu (v.27), “e o Senhor mo encobriu e não mo manifestou.”
     Os fatos que ocorreram deste ponto para frente provam que o poder de operar maravilhas e profetizar não eram de Eliseu, mas pertenciam ao Senhor. Não estava no cajado ou no bordão de Eliseu, símbolo de sua autoridade profética, mas tão-somente no Senhor, pois se o poder de Eliseu estivesse no seu cajado, Geazi teria ressuscitado o menino, conforme tentou, mas não conseguiu (v.31).
     Acima de tudo, o poder que se manifestava através de Eliseu não era propriedade de Eliseu, pois ele precisou orar muito e aquecer o menino com o calor do seu próprio corpo, para finalmente aquela criança voltar à vida e ser entregue à sua mãe (vv.36,37).
     A sunamita recebeu a sua bênção. Você também pode receber a sua. Vai bem contigo? Como estão suas visitas ao monte Carmelo?

JOSÉ, VAI BEM CONTIGO?
     O monte Carmelo do jovem José foi o poço escuro e úmido da inveja, da traição e do abandono onde os seus irmãos o jogaram, e a prisão de onde ele foi atirado anos depois, após ser caluniado por uma mulher adúltera.
     Mas tanto no poço como na prisão, José falou com o Deus do seu bisavô Abraão, do seu avô Isaque e do seu pai Jacó, e Deus ouviu a oração daquele moço, retirando-o do poço da traição e de trás das grades da calúnia, para transformá-lo em governador do Egito.
     “José, vai bem contigo?”
     “Sim, vai tudo muito bem, porque o Senhor ensinou-me a transformar esse poço e essa prisão em um monte Carmelo onde eu posso alegrar-me e renovar minha fé em suas promessas para minha vida.”
     Se você, caro jovem, está se sentindo dentro desse poço, eleve os seus olhos e a sua oração até Deus, e ele transformará esse lugar de humilhação em um lugar aprazível e frutífero, em um monte Carmelo.

DANIEL, VAI BEM CONTIGO?
     O monte Carmelo para o profeta Daniel foi a cova dos leões, onde ele foi atirado pela inveja e a perseguição dos príncipes e administradores do rei Dario, da Babilônia.
     Se você atualmente está se sentindo como que vivendo no meio de animais ferozes e ameaçadores, que rondam e rugem ao seu redor no seu local de trabalho, onde você estuda ou onde mora, saiba que o Deus que ouviu a oração de Daniel na cova dos leões, está pronto para enviar um anjo que fechará a boca dos leões e castigará aqueles que perseguem você.
     “Daniel, vai bem contigo?”
     “Sim, vai tudo muito bem, porque Deus transformou para mim essa cova de leões em um monte Carmelo.”

SADRAQUE, MESAQUE E ABDENEGO, VAI BEM COM VOCÊS?
     O monte Carmelo para os jovens Sadraque, Mesaque e Abdenego foi a fornalha de fogo onde foram atirados pelos soldados do rei Nabucodonosor.
     Se você é um jovem de oração e resolveu não adorar nem se ajoelhar diante de estátuas de ouro, mas só adorar o verdadeiro Deus, e por isso foi jogado dentro da fornalha de fogo da perseguição e do preconceito religioso, prepare-se para ser surpreendido pela presença de Jesus dentro dessa fornalha.
     “Sadraque, Mesaque e Abdenego, vai bem com vocês?”
     “Sim, vai tudo bem. E ficou bem melhor ainda quando descobrimos que o Filho de Deus costuma descer para conversar e passear com jovens perseguidos e lançados dentro de fornalhas de fogo por terem permanecido fiéis a ele, e retirá-los de dentro delas.”

JONAS, VAI BEM CONTIGO?
     O monte Carmelo para o profeta Jonas foi o ventre de um grande peixe onde ele foi parar após desobedecer a ordem de Deus. Jonas negou-se a seguir para Nínive e ali entregar a mensagem de Deus conclamando os ninivitas ao arrependimento. O profeta discordou da misericórdia de Deus, mas foi aquela mesma misericórdia que desceu e o alcançou no mais profundo abismo.
     Dentro do ventre daquele grande peixe, naquele local escuro, viscoso e mal-cheiroso, o profeta Jonas falou com Deus, o Deus que pode todas as coisas, o Deus que desce aos lugares inimagináveis, o Deus que ouve a súplica dos que estão dentro do abismo do desespero e da angústia. (Jn 2.1-10). O estômago daquele animal, aquele abismo terrível, foi transformado para Jonas no monte Carmelo da misericórdia de Deus.
     “Jonas, vai bem contigo?”
     “Sim, agora está tudo bem comigo, porque Deus desceu até o lugar onde eu estava e resolveu transformar esse escuro abismo, fruto da minha desobediência, da minha falta de fé e da minha falta de visão espiritual, em um monte Carmelo de misericórdia e livramento.”

CONCLUSÃO:
     Prezado leitor: Não sei qual será exatamente o lugar que Deus vai ter que transformar em um monte Carmelo na sua vida, e nem sei exatamente o tipo de lugar que você vai ter que considerar um monte Carmelo para falar com Deus.
     Porém, jamais se esqueça disto: O Deus que ouviu a sunamita naquele momento de angústia plena, o Deus que ouviu José naquele poço da traição e naquela prisão da calúnia, o Deus que ouviu Daniel na cova dos leões, o Deus que ouviu Sadraque, Mesaque e abdenego na fornalha de fogo ardentíssimo, e o Deus que ouviu Jonas lá no ventre daquele grande peixe, pode ouvir você.
     Esteja onde você estiver, considere-se como e onde se considerar, Deus pode fazer do lugar de provas e lutas em que você está, um local de plenitude, um lugar frutífero de respostas absolutas, maravilhosas, plenas de bênção e paz. Ele pode fazer da sua vida, da situação que mais lhe incomoda e fere, um monte Carmelo de socorro do Céu e bênçãos.


Jefferson Magno Costa

RECEITA INFALÍVEL PARA TORNAR QUALQUER BLOG FAMOSO: ATIRAR PEDRAS NO PASTOR SILAS MALAFAIA


 

sexta-feira, 1 de outubro de 2010

Jefferson Magno Costa

     Já virou moda. Quando um blogueiro evangélico quer aumentar o número de seus seguidores, de seus visitantes, e ficar famoso, joga pedras no pastor Silas Malafaia.
     Mas o motivo disso até que não é tão difícil de entender. É uma das leis da natureza humana. Só se atira pedra em árvore que dá fruto. Quero ver alguém atirar pedra num espinheiro. A esses blogueiros apedrejadores, dou aqui meus parabéns:
     Parabéns! Continuem a jogar pedras no pastor Silas Malafaia, o mais alvejado entre todos os apedrejados. Enquanto isso, a herança mediúnica de Chico Xavier, seus "guias", o espiritismo, e todas as demais seitas e religiões contrárias ao cristianismo, continuam a jogar milhares de almas no inferno... e o diabo está rindo à toa de vocês, com as patas vermelhinhas, vermelhinhas, de tanto aplaudir!
     A propósito: Vocês já falaram hoje para alguém sobre a salvação oferecida por Jesus? Aliás, quantas pessoas vocês já edificaram com o conteúdo dos seus blogs? Como pregadores, quantas almas vocês já ganharam (eu ia dizer "hoje", mas vou dar-lhes uma colher de chá) este mês, ou este ano, para Cristo?
     Silas Malafaia contabilizou, até o mês de agosto deste ano, e só neste ano de 2010, mais de 20 mil pessoas convertidas a Cristo em suas cruzadas (e olha que ele está há 28 anos pregando na TV, azucrinando ininterruptamente, todos os dias, o diabo e a turma do "eu meto a pedra").
     Sem contar as pessoas que iam se suicidar, mas desistiram após ouvirem uma mensagem dele na televisão.
     Sem contar as pessoas que receberam palavras proféticas durante suas mensagens, proferidas no nome de Jesus, creram e tomaram para si essas palavras, e alcançaram suas bênçãos em inúmeras áreas.
     Sem contar os milhões de lares que estão sendo evangelizados e edificados no Brasil e nas 127 nações onde o programa dele está entrando, todos os dias, via satélite. (Provérbios 11.30 diz que quem ganha almas é sábio. E quem joga pedras no seu irmão, é o quê?).
    Terrível esse tal de Silas Malafaia, não? Pra ele, o diabo não bate palmas. Pra vocês, sim. Pedra nele!
     Meu protesto está direcionado tão-somente a quem ainda não fez nada de relevante para o Senhor Jesus, e quer adquirir notoriedade sentando-se à roda dos escarnecedores e jogando pedras em quem fez e está fazendo grandes coisas para Deus.
     Mas também não pensem que sou um bobo, um ingênuo. Nenhum de nós deve ficar calado diante de mensagens ou atitudes demagógicas, imorais, anti-éticas, anti-cristãs, antibíblicas. Nem estou defendendo aqui a angelitude ou a auréola de santidade de Silas Malafaia.
     Ele é um homem igual a mim, veio do barro como eu vim, está sujeito a cometer pecados tanto quanto eu estou, é mortal como todos nós. Mas é um homem que conhece e teme a Deus. Não choca pecados como muitos chocam, e estão chocando há anos; não dorme em cima deles. Sabe dirigir-se, todos os dias, a Quem os perdoa.
     Ele está realizando um trabalho evangelístico para o Senhor, cuja relevância supera em muito o meu trabalho e o trabalho que todos os seus apedrejadores de carteirinha (todos juntos) fizeram ou ainda pretendem fazer para Jesus (se é que pretendem, ou se ainda vai sobrar tempo para isso; jogar pedras como profissão dá um trabalho!... consome um tempo preciosíssimo do apedrejador. Perguntem isso a um desses blogueiros gastadores de montanhas de pedra...).
     Se continuarem assim, os apedrejadores nem precisarão dizer àquele monte: "Passa daqui para acolá". O monte que eles escalam todos os dias, não para intercederem, pois nem sabem o que é isso, mas para fofocarem, escarnecerem e se municiarem, tem um nome: Monte da Inveja. Eles mesmos se encarregarão de removê-lo e jogá-lo em cima do pastor Silas Malafaia, pedra por pedra. E para isso, nem precisarão recorrer à fé... Só à ferocidade.
Jefferson Magno Costa