13.1.16

Importante: faleceu o Pr. Gilberto Malafaia; saiba mais sobre esse homem de fé, visão e coragem

Faleceu na madrugada desta terça-feira (12), aos 95 anos de idade, o pastor Gilberto Malafaia, fundador da Igreja Assembleia de Deus em Jacarepaguá (IADJ). O velório foi no templo da IADJ, localizado na Rua André Rocha, 890, Taquara (RJ). O culto fúnebre foi nesta quarta-feira (13), às 9h e o sepultamento às 11h, no Cemitério Jardim da Saudade, em Sulacap.
Homem de fé, visão e coragem
Imagem: Divulgação
Pr. Gilberto era casado com a irmã Albertina, com quem completaria quase sete décadas de união
Em 12 de janeiro de 2016, o Senhor recolheu às suas mansões celestiais um dos mais valorosos servos da sua Seara, o pastor Gilberto Malafaia, aos 95 anos. Ele cumpriu brilhante e exemplarmente o seu papel de esposo, pai, mestre, pastor, administrador, pregador do evangelho, agudo e inigualável defensor ou propositor de questões debatidas nas convenções gerais, e exímio educador. Teve uma família rica no santo temor de Deus, pois conseguiu habituar seus filhos e esposa a amarem o estudo da Palavra do Senhor obtido na Escola Dominical, resultando disto uma família de ensinadores e mestres apaixonados pela ministração das Escrituras Sagradas.
A herança que ele deixa é a mais preciosa que existe sobre a face da terra, pois não consiste de madeira, palha ou feno, e sim de ouro, prata e pedras preciosas (1Co 3.12), que jamais será consumida pela fogo no dia em que a qualidade de todas as nossas obras serão testadas diante de Jesus no julgamento para a entrega dos galardões.
Pastor Gilberto aprendeu a decifrar a linguagem do mar e das ondas ao servir, durante 25 anos, à Marinha do Brasil. Esse aprendizado sempre lhe foi útil quando se tratou de socorrer ou aconselhar alguma de suas ovelhas ou algum de seus obreiros, cujo mar tempestuoso da vida os ameaçava de sucumbir. Aprendeu a usar a força dos ventos a seu favor, e esse aprendizado fazia com que as maiores tempestades o levassem com mais rapidez ao Porto Seguro, que é Jesus Cristo.
Foi um homem cheio de visões de empreendedorismo dentro da obra de Deus. Ele conseguiu ver o magnífico, moderno e bem equipado templo onde funciona hoje a Assembleia de Deus da Taquara, bairro de Rio de Janeiro, onde antes no lugar só havia um pântano infestado de mosquitos. Mas Deus colocara no mais profundo do seu coração, que nesta manhã em que eu escrevo estas linhas parou de pulsar, uma chama ardente de amor pela igreja do Senhor, por suas almas.
Como instrumento de Deus, pastor Gilberto trabalhou incansavelmente para conduzir à Jerusalém celestial o precioso rebanho que o Senhor lhe deu. Enfrentou muitas batalhas espirituais, e trabalhou ombro a ombro com seu rebanho. Não se deixava enganar por esse enganoso mundo, mas em suas orações na casa do Senhor e pelas madrugadas, pedia sempre ao Senhor que o mantivesse sempre pronto para subir à qualquer momento para encontrar-se com o seu Rei.
O Espírito Santo, habitador da sua alma, com liberalidade o encheu de dons celestiais. Seu coração de grande e vocacionado pastor sempre expressava, ao longo de todos esses anos, muito amor por suas ovelhas. Como pregador, seu estilo era claro, de vocabulário corretíssimo e natural, e a voz grave, viva e penetrante. Perseverou no caminho da oração. Aplicava-se cuidadosamente no estudo da Palavra de Deus.
Sob o olhar do Senhor foi seguindo sempre a direção da vontade divina. Sua vida foi transcorrendo como uma fonte cristalina, sem afastar-se jamais de Deus, a origem gloriosa de toda a graça. Seu semblante revelava a doce alegria que era para ele servir ao Senhor. Em meio às maiores batalhas, consolava-se por saber que um dia estaria livre deste vale de miséria, tribulação e angústia. Nunca se esquecia que a vida passa e é breve, mas que com Cristo a vida é eterna. Nos duríssimos penhascos das tribulações achou o óleo do amor e da misericórdia de Deus.
Amou e honrou a sua esposa, a professora Albertina Malafaia, durante os 67 anos em que foram casados. Foi um grande companheiro, mantendo-se fiel aos votos que assumiu em sua mocidade, e ela foi seu esteio em sua velhice avançada. Como um dos patriarcas bíblicos, pastor Gilberto teve a grande felicidade de ver sua geração frutificar e prosperar entre os trigais dos caminhos do Senhor. Um dos maiores marcos dessa prosperidade ocorreu no dia 6 de julho de 2014, quando o pastor Gilberto passou o pastorado da igreja Assembleia de Deus da Taquara ao seu neto, pastor Silas Malafaia Filho.
Dos seis filhos que deixou: Pastor Samuel, presbítero Sérgio, professora Susana, professora Siléia e Vilma Menezes, quem o acompanhou mais de perto e absorveu suas preciosas lições e o acompanhou quase sempre aos eventos aos quais o pastor Gilberto comparecia, foi o pastor Silas Malafaia, que sempre se confessou um devedor desse grande homem de Deus, desse varão precioso entre os grandes servos que Deus ergueu entre os líderes brasileiros, desse homem que se constitui, agora e até o dia em que Jesus Cristo voltar para buscar a sua igreja, um ícone, um dos santos que certamente será transformado em uma estrela entre as estrelas de Deus.
Pr. Jefferson Magno Costa – gerente de projetos especiais da Editora Central Gospel
Fonte Verdade Gospel
Postar um comentário